sábado, 23 de janeiro de 2010

Alguém assim?

não tens de ser como eu...
não quero que sejas racional ao extremo, tens de saber sentir.. dar valor aos sentimentos, ás pequenas coisas que fazem sorrir, aos momentos...
que saibas recordar, e ser recordado...que saibas planear e construir, mas também deixar fluir...

não desejo que te cales mas sim que fales, sussurres quando a cumplicidade surgir, que grites quando o grito vai subindo pela garganta e pensas que o devias conter...
quero que cantes debaixo da chuva saboreando as gotas lavando a tua alma...
que converses sobre coisas serias, banais, incoerentes, complexas... que saibas dar uso ás palavras para descrever o que vais sentindo para poder entender...
que saibas ouvir e criticar...
que sejas o ponto de equilíbrio entre a razão e o coração...

preciso que gostes de aprender e crescer agarrando sempre os sonhos na palma das tuas mãos e que os convertas em vida... preciso que evoluas a cada dia que passa para que te tornes ainda mais interessante..

necessito que chores, rias, sorrias... que me limpes as lágrimas, me faças rir e sorrir abertamente...
quero que sejas o colo onde me escondo, o abraço que me embala, o ombro onde choro e que me permitas ser o mesmo para ti... preciso que dispas todas as minhas personagens e escrevas nas paginas que se encontram ainda em branco neste guião...que vejas na simplicidade a essência das coisas...
não quero que sejas nem bonito, nem feio... pois a beleza encontra-se nos olhos de quem a vê... 

tens de ser duro comigo apontando os meus defeitos para eu melhorar um pouco sempre que o fazes... não precisas de ser um herói, não quero que sejas vulgar... 
não te procuro perfeito nem tão pouco imperfeito...
simplesmente procuro-te a ti...

4 comentários:

duarte disse...

procura, sim,mas nunca anseando encontrar.
tudo é, de uma forma simples.
bjs do vale

o biolas disse...

então num ha! eu claro:)....
bjnhs.

Candy Ball disse...

ai como eu gosto de ti :)
somos tao diferentes mas tao iguais ! *
vá, aproveita bem este estado melancolico que me atingiu hoje x)

Rui Silva disse...

Gostei.