quarta-feira, 17 de março de 2010

O arco íris de Eva

no negro da ausência de ninguém perco a bússola que me faz andar à nora.. já não sei quem sou, porque sou, o que faço aqui.. esta podridão interior esta a corromper-me as veias a um ritmo cósmico. não reconheço o reflexo que o espelho me devolve, está baço da minha respiração ofegante de quem não consegue mirar-se,  a minha visão demasiadamente turva, confusa, misturando as cores do arco íris num remoinho frenético que lentamente se torna num buraco negro.. não consigo entender o propósito da minha existência, tudo se resume a meras aparências no jogo dos bons costumes que alguém se lembrou de escrever para catalogar, rotulando o aceitável e o rejeitável..sou como sou.. mas quem sou eu? sou a imagem que dou ao mundo ou a imagem que o mundo vê em mim? porque me sinto só no meio da multidão que todos os dias entra e sai da minha vida, porque grito sem razão tentando vomitar esta dor que me trespassa? o que faço aqui? tudo o que construirei se apagará nas memorias do tempo, se desaparecer o mundo não vai parar de girar, vai continuar no seu circuito uma outra vez.. AHHHHHHH sinto o corpo a tremer iniciando mais uma possessão de raiva em que todos os meus poros se preenchem de violência incontida para com o mundo e contra mim,  não sei que merda é esta que me rasga socalcos no peito e semeia flores negras de confusão.  das colunas abafadas do computador a mensagem chega enviada involuntariamente por algum participante do programa dos finais de tarde de discos pedidos.. "Ninguem é quem queria ser.. eu queria ser ninguém..."  saboreia cada palavra absorvendo-as com todos os sentidos.. nunca pensou que uma música pudesse assentar-lhe tão bem.. agora entende o que viu no espelho.. ela viu Ninguém.. 

3 comentários:

Anónimo disse...

e no entanto,é tudo tão simples...
ser todo, e nunca se fragmentar por personagens, ou melhor vestir a pele das personagens sem nunca esquecermos do que somos.
ou ainda andas à procura?
bjs do teu amigo biolas.

johnny disse...

Não vejo um grande futuro para esta Eva... ou o suicídio ou um amor perigoso, que a controlará totalmente... o que conduzirá ao fim do amor, que, por sua vez, a levará ao suicídio. Precisa de ajuda esta Eva.

continuando assim... disse...

e a historia de Alice, lá continua....
no
... continuando assim...

mais logo, um novo capítulo

um obrigada a quem segue (porque só vale a pena assim).

Um especial convite, para quem ainda não mergulhou naquela história.
...é só uma história, apenas isso.

obrigada
e até logo
Bj
teresa